Comments System

O valor que o Inter gasta para ter o VAR no Brasileirão

Patrick com lance polêmico com Orejuela (Reprodução)
Patrick com lance polêmico com Orejuela (Reprodução)
O árbitro de vídeo é o centro da polêmica dos últimos dias. O Internacional foi prejudicado por um pênalti absurdamente assinalado a favor do Cruzeiro na última rodada. O vice de Futebol, Roberto Melo, classificou a ferramenta como "VARgonha". Mesmo com toda esta insatisfação, parte dos custos da operação é bancada pelos clubes.

Em fevereiro de 2019 os clubes aprovaram por unanimidade a proposta da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o uso do VAR. A investida da CBF foi aceita após os os custos serem divididos, diferente da proposta de 2018, quando todo o investimento seria arcado pelos clubes.

No total, o valor gasto será de R$ 18,6 milhões. A CBF arcará com R$ 11,78 milhões, enquanto que as equipes terão de desembolsar R$ 6,84 milhões. Por partida, o VAR custa R$ 49 mil, a CBF banca R$ 31 mil e as agremiações R$ 18 mil.

O clube mandante é o responsável pelo pagamento. Sendo R$ 18 mil por partida, nas 19 rodadas do Campeonato Brasileiro que a equipe atua nos seus domínios, o valor total gasto com VAR por cada clube é de R$ 342 mil.


A divisão dos custos do VAR (Reprodução)

ATENÇÃO:

  • Quer ficar informado sobre o Colorado 24h por dia? Entre no grupo do Resistência Colorada e tenha as informações na palma de sua mão.

    Clique aqui e entre com seu WhatsApp.

    O grupo não é aberto para debates.

Nenhum comentário