Comments System

MP entrega denúncia criminal contra Piffero e mais 13 pessoas


Piffero foi presidente do Inter em 2015/16 (Foto: Reprodução)
Piffero foi presidente do Inter em 2015/16
(Foto: Reprodução)
Por Rodrigo Rodrigues — Porto Alegre
Instagram: @rodrigorodriguesrrv

O Ministério Público do Rio Grande do Sul anunciou na manhã dessa quarta-feira (6), na sede do órgão, em Porto Alegre, a formalização da denúncia criminal contra 14 pessoas, no caso da gestão de Vitorio Piffero, nos anos de 2015 e 2016. Mais de R$ 13 milhões teriam sido saqueados.

Além do ex-presidente do clube, também foram denunciados empresários, dirigentes e até familiares dos cartolas por supostas fraudes. A causa do MP irá tramitar na 17ª Vara Criminal de Porto Alegre. Entre os crimes apontados pela investigação estão estelionato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O ex-vice-presidente de Finanças, Pedro Affatato teria desviado cerca de R$ 10 milhões, por meio de serviços fictícios e notas fiscais. As empresas da família do ex-dirigente teriam sido usadas para lavar dinheiro.

"(Piffero) Foi denunciado por organização criminosa e a prática de 200 estelionatos, como co-autor. Ele foi considerado como co-autor de tudo que aconteceu. O regime era presidencialista no clube, as decisões eram tomadas por ele. Ele era um presidente participativo. Nestes termos, considerou-se a participação dele como decisiva nos crimes que foram imputados", explicou na coletiva o promotor Flávio Duarte.

De acordo com o MP, o ex-vice-presidente de Patrimônio Emídio Marques Ferreira teria recebido R$ 53 mil em sua conta pessoal e de uma empresa de sua propriedade, a Pavitec do Brasil Pavimentadora Técnica Ltda. Carlos Pellegrini, ex-vice de futebol, teria obtido mais de R$ 230 mil em comissões para concretizar negociações de jogadores como Paulo Cézar Magalhães, Cláudio Winck, Alisson, Ariel e Réver.


Veja abaixo todos os denunciados:

Vitorio Piffero, ex-presidente


Pedro Affatato, ex-vice de Finanças

Emídio Marques Ferreira, ex-vice de Patrimônio

Carlos Pellegrini, ex-vice de futebol

Carlos Eduardo Marques, engenheiro do clube

Ricardo Bohrer Simões, empresário

Adão Silmar de Fraga Feijó, contador

Paola Affatato, empresária e irmã de Pedro

Arturo Affatato, empresário e irmão de Pedro

Rogério Braun, empresário de futebol

Paulo Cézar Magalhães, tio do ex-lateral do Inter de mesmo nome

Giuliano Bertolucci, empresário de futebol

Fernando Otto, empresário de futebol

ATENÇÃO:

  • Quer ficar informado sobre o Colorado 24h por dia? Entre no grupo do Resistência Colorada e tenha as informações na palma de sua mão.

    Clique aqui e entre com seu WhatsApp.

    O grupo não é aberto para debates.

Nenhum comentário