Comments System

Diretor do futebol feminino que foi preso deixa o cargo


Schunemann (de pé do lado direito de camisa branca) foi desligado
(Foto: Divulgação)
O Internacional divulgou na tarde dessa terça-feira (3), que o diretor do Departamento de Futebol Feminino, Cesar Martins Schunemann, foi desligado do cargo. O dirigente, que também faz parte do Conselho Deliberativo, apareceu recentemente nas páginas policiais.

Schunemann foi preso em 23 de novembro, na Zona Sul de Porto Alegre e solto um dia depois. Ele teria chamado brigadianos de "filhos da puta" durante uma abordagem e ainda teria oferecido dinheiro para não ser preso.

O registro de ocorrência da Brigada Militar aponta "sinais de embriaguez" e no trajeto à delegacia teria oferecido dinheiro para ser solto. Não funcionou. Foi preso por desacato, resistência à prisão, desobediência e também corrupção ativa.

O diretor do Inter foi levado ao Presídio Central por não ter pago fiança de R$ 10 mil. A Justiça ainda analisará se o flagrante da Polícia Civil será homologado ou não. O fato aconteceu durante uma ação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) na Orla de Ipanema, com apoio da BM.

O dirigente do Colorado, ao ser abordado, teria tentado dar uma mordida em um brigadiano, segundo consta na ocorrência. Ele ainda teria negado a se identificar e então recebeu voz de prisão. A ocorrência diz que no caminho da delegacia ele teria se identificado como conselheiro do Inter e "podia acertar ali mesmo".

Aqui tem a lista dos conselheiros ativos no Inter e o nome de Schunemann aparece no número 57.


ATENÇÃO:

  • Quer ficar informado sobre o Colorado 24h por dia? Entre no grupo do Resistência Colorada e tenha as informações na palma de sua mão.

    Clique aqui e entre com seu WhatsApp.

    O grupo não é aberto para debates.

Nenhum comentário