Comments System

POR ONDE ANDA - PC Magalhães, o lateral que teria sido contratado por propina


Lateral fracassou dentro de campo (Foto: Ricardo Duarte / Inter)
Lateral fracassou dentro de campo
(Foto: Ricardo Duarte / Inter)
Em 21 de dezembro de 2015, o Internacional concluía a negociação do lateral-direito Paulo Cézar Magalhães. A contratação é uma das denunciadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) como meio de campo para dirigentes receberem propina.

O Inter contratou PC Magalhães via seu empresário, o tio e homônimo do atleta, Paulo Cezar Magalhães. A denúncia do MP-RS dá conta que o então vice-presidente de Futebol, Carlos Pellegrini, teria recebido R$ 150 mil em propina para contratá-lo, valor pago pelo empresário. Os negócios do goleiro Alisson, do lateral Cláudio Winck e do centroavante argentino Ariel, também teriam sido usados para receber valores indevidamente.


Em fevereiro de 2019, o jogador deu entrevista à Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre, e afirmou que não procede acusação contra seu tio e empresário.

“Faz uma semana que eu fiquei sabendo que eu, meu tio, supostamente entregou dinheiro para um dirigente do Internacional. Isso nunca aconteceu. Eu tinha ainda contrato aqui na Universidad, de Chile, tinha uma outra oportunidade para ir jogar a Série B. Estava só na espera, com outro empresário que eu tinha aqui no Chile. Eu deixei meu empresário para ir para o Inter, já que saiu a oportunidade. Eu nunca soube de dinheiro que a gente tinha que dar a um dirigente. Isso nunca aconteceu. Eu estava vendo que um jornal saiu que meu tio fez um depósito a não sei quem. Isso nunca aconteceu.”


Dentro de campo, o jogador atualmente com 29 anos fracassou. Foram apenas nove partidas, sem nenhum gol e qualquer destaque. PC Magalhães foi emprestado ao Criciúma em 31 de agosto de 2016. Depois, sem vínculo com o Inter, foi para o Antofagasta, do Chile e atualmente defende o também chileno O'Higgins.

Na atual temporada chilena, que encerrou-se prematuramente por conta do colapso social que o país vive, o canoense com dupla nacionalidade (brasileira e chilena) fez 26 jogos e marcou cinco gols.


VEJA TAMBÉM

Palmeiras faz investida por Coudet, diz jornalista

Guerrero responde sobre interesse do Boca Juniors

Inter recusa proposta por Charles

Cheio de dinheiro, Bragantino consulta jogador do Inter

A intenção do Inter com Valdívia

O mercado aberto ao Inter explorar, que 65% dos times da Série A já exploram

O valor da multa rescisória de Michael

Edenilson acertado com clube do exterior, diz jornalista

ATENÇÃO:

  • Quer ficar informado sobre o Colorado 24h por dia? Entre no grupo do Resistência Colorada e tenha as informações na palma de sua mão.

    Clique aqui e entre com seu WhatsApp.

    O grupo não é aberto para debates.

Nenhum comentário