Comments System

Alteração em decreto abre possibilidade da volta do Gauchão

Inter venceu o São José na última partida antes da paralisação
(Foto: Ricardo Duarte / Inter)
O governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, alterou nessa semana o decreto estadual de distanciamento controlado. Agora, os municípios classificados nas cores amarela e laranja podem estabelecer normas próprias inclusive para a realização de práticas em clubes esportivos.

"Em tese, é possível que alguém consiga construir algo (um plano) e demonstrar que é possível fazer esse formato de permitir, talvez, um jogo de futebol com medidas que atendam no mesmo nível a proteção à saúde que hoje o plano estruturado que temos atende, sem utilizar as mesmas medidas. Então, é possível. O que precisamos é que esse plano (municipal) tenha, dentro dele, essa estrutura para que, cientificamente, possamos chegar à mesma conclusão (de segurança à saúde)", disse o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, para o site GaúchaZH.

"A ideia é que possamos fazer um debate com base em dados científicos. Se ele (o prefeito) conseguir dizer, 'olha, tenho aglomeração em jogo de futebol, as pessoas se tocam, mas eu vou testar antes do jogo e após o jogo, ou vou manter o isolamento...'. Então, são possíveis outras medidas (de segurança). Nós prevemos que o nosso plano estadual atende a maior parte das realidades", complementa Costa.

A publicação do decreto 55.285 no domingo (31) fez com que abrisse a possibilidade de as cidades apresentaram planos para enfrentar o coronavírus e assim conseguir liberação para práticas específicas.

VEJA TAMBÉM

Sobre o terceiro uniforme do Inter

Inter libera empresários a procurar clubes para dois jogadores do elenco

Ramon na Europa? Veja o que diz o Inter

Colunista aponta o substituto ideal para Edenilson na Libertadores

O percentual que o Inter receberia em uma transferência de Otávio




ATENÇÃO:

  • Quer ficar informado sobre o Colorado 24h por dia? Entre no grupo do Resistência Colorada e tenha as informações na palma de sua mão.

    Clique aqui e entre com seu WhatsApp.

    O grupo não é aberto para debates.

Nenhum comentário